quarta-feira, 19 de agosto de 2015

O Amor É Perigoso, o Sexo Não É Perigoso

O Amor É Perigoso, o Sexo Não É Perigoso

"As pessoas que têm medo do amor não têm medo do sexo. O amor é perigoso; o sexo não é perigoso, pode ser manipulado. Há agora muitos manuais sobre como fazê-lo. Você pode manipulá-lo – o sexo pode tornar-se uma técnica. O amor nunca pode se tornar uma técnica. Se no sexo você tentar ficar no controle, então nem o sexo o ajudará a alcançar o derradeiro. Irá até um certo ponto e você retrocederá, porque em algum lugar ele também precisa de uma rendição.
É por isso que o orgasmo está se tornando mais e mais difícil. A ejaculação não é orgasmo, dar à luz a crianças não é orgástico. O orgasmo é o envolvimento do corpo total: mente, corpo, alma, tudo junto. Você vibra, o seu ser completo vibra, dos pés à cabeça. Você já não está no controle; a existência tomou posse de você e você não sabe quem é. É como uma loucura, é como o sono, é como meditação, é como a morte.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.