domingo, 29 de novembro de 2015

Repressão sexual e suas consequências

"Se você reprimir o sexo você ficará raivoso; toda a energia que se transformava em sexo se tornará raiva. E é melhor ser sexual do que ser raivoso. No sexo pelo menos existe algo do amor; na raiva só existe pura violência e nada mais. Se o sexo for reprimido, a pessoa se torna violenta – ela será violenta ou com os outros, ou consigo mesma. Essas são as duas possibilidades: ou ela se torna sádica e irá torturar os outros, ou ela se torna uma masoquista e irá torturar a si mesma. Mas irá torturar.
Você sabe que, através dos tempos, os soldados não eram permitidos de ter relacionamentos sexuais? Porque? Devido a que se soldados fossem permitidos de ter relacionamentos sexuais eles não juntariam raiva suficiente neles, violência suficiente neles. O sexo deles ficaria liberado, eles se tornam delicados, e uma pessoa delicada não pode lutar. Prive o soldado de ter sexo e ele irá lutar melhor. De fato, a violência dele será um substituto de sua sexualidade...
Ele é um grande observador, um observador muito minucioso. Isso é consciência. Ele está observando; ele reprime seu desejo sexual e observa – “Agora o que está acontecendo dentro?” Logo ele descobre que está ficando mais raivoso – sem nenhum motivo, apenas raivoso, irritado, pronto para lutar com qualquer um, qualquer desculpa servirá.
E lembre-se, sexo pode ser transformado porque é uma energia natural; a raiva não é tão natural, um passo removido da natureza. Agora será difícil mudar a raiva. Primeiro a raiva terá que ser transformada em sexo, só então algo pode ser feito – esse é meu trabalho aqui. E é por isso que estou sendo condenado por todo o mundo.
Estou tentando mudar a raiva de vocês em sexo – isso tem que ser feito primeiro. Esse é o caminho para a mudança interior. Primeiro todas as suas perversões têm que desaparecer, e você precisa se tornar um ser humano natural. Você precisa se tornar um animal natural, para ser exato. E só assim você se torna divino. O animal pode ser transformado no divino, porém seu animal também é pervertido, seu animal não é são – seu animal tornou-se insano. Primeiro a insanidade precisa ser transformada, mudada. Mude a raiva!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...