quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Masturbação no século XI, o período de maior repressão sexual da História


Masturbação no século XIX, o período de maior repressão sexual da História, o médico Lord Acton, descreve em seu livro o estado de um jovem que se masturba. “O corpo fica aturdido e fraco, os músculos não se desenvolvem bem, os olhos se afundam e são pesados, a tez é amarelada, pastosa ou coberta de espinhas, as mãos úmidas e frias, a pele molhada. O jovem evita o contato com os outros, arrasta-se por aí sozinho, reúne-se com repugnância aos divertimentos dos colegas. Não consegue encarar ninguém e se torna descuidado nas roupas e pouco asseado no corpo. Seu intelecto tornou-se retardado e debilitado, e se seus maus hábitos persistirem poderá se tornar um imbecil babão ou um enfermo rabugento.”

Diversos outros textos médicos aterrorizavam s pessoas quanto aos malefícios da masturbação. Loucura, ataques epiléticos, cegueira, câimbras dolorosas, pêlos nas mãos, era o mínimo que aconteceria. Diziam até que se o vício não fosse contido, o fim do mundo estaria próximo. Era necessário, portanto, combatê-la sem trégua.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...